11 de set de 2012

Se conhecer pra quê?


Você se conhece? A resposta automática é: Sim, claro que me conheço! Afinal, convivo comigo desde que nasci!

Agora responda rápido: quais são as suas cinco maiores qualidades? E os cinco principais defeitos? Se a pergunta for sobre os seus principais valores, facilita?

Geralmente imaginamos o que esperam de nós no contexto profissional, familiar, de amizade, etc, e tentamos atender a essa expectativa. Não somos educados a olhar para dentro de nós mesmos e simplesmente “sermos”. Sabemos responder facilmente sobre a identidade das outras pessoas – aliás, é muito mais fácil! Mas a única pessoa por quem você de fato pode escolher, é por si mesmo.

Possivelmente você conhece pessoas que lutam diariamente para conseguir algo e quando conseguem sentem-se frustradas – nem sabem exatamente o porquê. Não percebem que buscaram coisas em que não conseguem empregar seus talentos naturais ou que nada tem a ver com seus valores mais profundos.

Quero dizer com isso que as chances de as pessoas fazerem boas escolhas para si mesmas aumentarão na proporção em que conhecerem suas próprias características e valores.

Você é potencialmente capacitado para realizar coisas novas e maravilhosas com seus próprios recursos. Você já possui o que precisa para fazer boas escolhas e ser bem sucedido no que desejar de verdade!

Para isso, basta acessar francamente os seus recursos e buscar conhecer o que chamo de seu KIT personalizado de características – que recebeu ao ser gerado!

Desligue o automático e gaste um pouco de tempo em uma conversa consigo mesmo! Se preferir, conte com os ouvidos de outra pessoa em que confie para fazer essa viagem de olhar para si mesmo e perceber a incrível criação que você é!

Com certeza suas próximas escolhas lhe trarão cada vez mais satisfação!


Quem olha para fora sonha, quem olha para dentro desperta.
Carl G. Jung



Por Sara Macedo
saramacedo.coach@ig.com.br

4 comentários:

  1. muito bom! Concordo que só pensamos em quem somos quando a coisa está muito feia ou quando fazemos alguma besteira da qual nos arrependemos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade. Certamente evitaremos muitas dessas "besteiras" e levaremos uma vida mais equilibrada e feliz sempre que evitarmos nos manter no automático e nos conectarmos com nossa essência.

      Excluir
  2. Realmente, precisamos olhar para dentro e identificar o que realmente queremos e podemos fazer, não adiante seguir moda ou correr atrás do que trará retorno mais rápido, a ineficiência começa ai quando deixamos de lado nossos valores, acreditando em valores falsos, valores impostos pelos outros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo. E acredito que essa atitude (de olharmos para dentro) é 'exercitável'. Não é tão fácil no início, mas com persistência e desejo genuíno de querer assumir os resultados da própria vida, isto é, conquistar a liberdade e responsabilidade sobre si mesmo, é possível fazer escolhas cada vez mais positivas.

      Abs

      Excluir

Olá, compartilhe conosco suas ideias ou deixe uma mensagem!